CORREÇÃO - 9.º Ano - PROVA - 2.ª NOTA do 1.º BIMESTRE - RECUPERAÇÃO - Elementos e Estrutura da Narrativa

Escola Municipal de Ensino Fundamental e Médio Luiz Joaquim dos Santos
Professora: Luciene Castor Dantas Quintão
Componente Curricular: Língua Portuguesa
Ano: 9.º                Turma: 
              Turno: Manhã
Semana 07 – Aula 13 – DIA: 19 / 04 / 2021

Conteúdo: EXERCÍCIOS DE VERIF. DA APREND. – 2.ª NOTA do 1.º BIM.  RECUPERAÇÃO  Elementos da Narrativa e Estrutura da Narrativa - Contos

EXERCÍCIOS DE VERFICAÇÃO DA APRENDIZAGEM - RECUPERAÇÃO

Leia o Conto abaixo para responder às questões da Avaliação:CORREÇÃO - 9.º Ano - PROVA - 2.ª NOTA do 1.º BIMESTRE - RECUPERAÇÃO - Elementos e Estrutura da Narrativa

1.º) Relacione as colunas:CORREÇÃO - 9.º Ano - PROVA - 2.ª NOTA do 1.º BIMESTRE - RECUPERAÇÃO - Elementos e Estrutura da Narrativa


2.º) O manifesto é um texto que se destina a declarar um ponto de vista, denunciar um problema ou convocar uma comunidade para uma determinada ação. A partir dessa afirmativa e da leitura do texto, assinale a alternativa que apresenta um título adequado para o texto

a) ( X ) Uma atitude pode mudar a história.
b) ( ) O ciclo de vida do ipê amarelo.
c) ( ) As flores do ipê que sujam as calçadas.
d) ( ) A qualidade de vida em São Paulo.
e) ( ) Nenhuma das respostas.

3.º) “Uma vez, em São Paulo, MOREI numa rua que era dominada por uma árvore incrível”. O verbo “morei” compõe uma frase dita:

a) ( ) pela vizinha de meia-idade.
b) ( ) pelo técnico do Instituto Botânico.
c) ( ) pelo narrador-personagem do texto.
d) ( ) por um vizinho do narrador-personagem.
e) ( ) Nenhuma das respostas.

4.º) “PERCEBI certo dia que a árvore começava a morrer”. Aponte o verbo que substitui, com precisão, o verbo que introduz esse período do texto:

a) ( ) Vi
b) ( ) Notei
c) ( ) Entendi
d) ( ) Deduzi
e) ( ) Nenhuma das respostas

5.º) No trecho “SECAVA lentamente, até que amanheceu inerte, sem uma folha”, o verbo grifado indica um fato:

a) ( ) previsível
b) ( ) concluído
c) ( ) hipotético
d) ( ) contínuo
e) ( ) Nenhuma das respostas

6.º) Com relação ao texto, é INCORRETO afirmar:

a) ( ) O que é dito na linha 01, “Estranha é a cabeça das pessoas.”, está explicado nas últimas linhas (11 a 14).
b) ( ) Está subentendido que aquela senhora de meia-idade poderia também ser capaz de matar alguma pessoa.
c) ( ) Só depois da conclusão feita pelo técnico do Instituto Botânico é que os moradores da rua foram suspeitar da vizinha de meia-idade.
d) ( ) No texto, percebe-se a indignação do narrador com relação ao comportamento da sua vizinha de meia-idade.
e) ( ) Não só o narrador do texto estimava a árvore da sua rua.

7.º) De acordo com o texto, a mulher matou a árvore porque:

a) ( ) as cores das flores atrapalhavam a visão do cinza da cidade.
b) ( ) era muito trabalhoso varrer as flores que caíam na calçada.
c) ( ) ela tinha ciúmes do domínio que a árvore exercia sobre a rua.
d) ( ) era necessário regá-la todos os dias.
e) ( ) eram desagradáveis os comentários feitos no bar e na padaria.

8.º) Que atitude da vizinha de meia-idade provocou o espanto dos moradores daquela rua?

a) ( ) Ter pedido ajuda aos técnicos do Instituto Botânico para salvar a árvore.
b) ( ) Varrer sua calçada todas as manhãs.
c) ( ) Verificar que, ao invés de regar a árvore, na verdade, ela a estava envenenando.
d) ( ) Não ter comunicado aos vizinhos que a árvore estava morrendo.
e) ( ) Constatar que ela regava todos os dias aquela árvore, pois se preocupava com sua floração.

9.º) A atitude tomada pela vizinha de meia-idade nos mostra que aquela senhora não respeitou um princípio básico de cidadania. Assinale a alternativa que apresenta essa ideia:

a) ( ) Apenas as pessoas de meia-idade são responsáveis pela preservação dos bens coletivos.
b) ( ) Os bens coletivos são de responsabilidade única e exclusiva dos governantes.
c) ( ) Nenhum de nós tem qualquer responsabilidade na preservação dos bens coletivos.
d) ( ) Todos nós somos responsáveis pela preservação dos bens coletivos.
e) ( ) As decisões tomadas sobre a extinção de um bem coletivo devem ser tomadas apenas por aqueles que se sentem diretamente prejudicados por ele.

10.º) Marque, com um (X) a alternativa CORRETA. A alternativa que resume a ordem em que os fatos aconteceram no texto é:

a) ( ) Inércia da árvore – morte da árvore – análise da árvore feita pelo Instituto Botânico – desconfiança do narrador e seus amigos – presença diária da mulher ao pé da árvore – conversa com a mulher – espanto do narrador e seus amigos
b) ( ) Morte da árvore – inércia da árvore – espanto do narrador e seus amigos – análise da árvore feita pelo Instituto Botânico – presença diária da mulher ao pé da árvore – desconfiança do narrador e seus amigos – conversa com a mulher
c) ( ) Desconfiança do narrador e seus amigos – presença diária da mulher ao pé da árvore – inércia da árvore – análise da árvore feita pelo Instituto Botânico – morte da árvore – espanto do narrador e seus amigos – conversa com a mulher
d) ( ) Presença diária da mulher ao pé da árvore – inércia da árvore – morte da árvore – análise da árvore feita pelo Instituto Botânico – desconfiança do narrador e seus amigos – conversa com a mulher – espanto do narrador e seus amigos
e) ( ) Nenhuma das respostas