Empréstimos Linguísticos ou Lexicais: ESTRANGEIRISMO
Escola Municipal de Ensino Fundamental e Médio Luiz Joaquim dos Santos
Professora: Luciene Castor Dantas Quintão
Componente Curricular: Língua Portuguesa
Ano: 9.º        Turma: 
A          Turno: Manhã
Semana 02 – Aula 02 – DIA: 08 / 03 / 2021

Conteúdo: Empréstimos Linguísticos ou Lexicais: ESTRANGEIRISMO

- OBSERVAÇÕES:
 Não precisa copiar o assunto no caderno.
–  Responda ao Formulário que se encontra no final do conteúdo (assunto) e copie também todos os Exercícios no seu caderno e responda para depois conferir as respostas.
–  Responder (prazo) até o dia 12 / 03 / 2021.

Empréstimos Linguísticos ou Lexicais: ESTRANGEIRISMO


Ao longo do tempo, o Português foi incorporando palavras de outras línguas. Algumas sofreram um processo de aportuguesamento, adaptando-se fonológica e graficamente. No título da notícia reproduzido a seguir, por exemplo, aparece o vocábulo “blecaute”, originado do inglês “blackout”. Com o mesmo sentido de “apagão”, o termo foi modificado para se adequar à Língua Portuguesa. Exemplo:

 

Blecaute atinge 10 municípios de RR; apagão não atrapalha pleito, diz TER


Muitas palavras estrangeiras foram incorporadas ao Português porque nele faltavam termos para expressar certos significados, como ocorreu com “xampu” do inglês “shampoo”, ou “abajur” do francês “abat-jour”. Quando esses empréstimos lexicais ou linguísticos são incorporados à língua cotidiana sem alterações, são chamados de estrangeirismos.

Estrangeirismos são palavras, construções e expressões de outras línguas que nos chegam por empréstimo incorporadas ao idioma por meio do contato estabelecido entre diferentes povos e culturas. Em alguns casos, são utilizados tal qual se apresentam em seus países de origem, sem alteração de pronúncia ou ortografia (shopping center, delivery, best-seller, coffee-break, sale e bike etc.). Em outros, são utilizados com adaptação fonológica e ortográfica, como em “futebol” do inglês “football” e “garçom” do francês "garçon). Exemplo:

Estava me preparando para dormir. Peguei meu tablet para dar uma espiada e encontrei todos os meus amigos online. Começamos a conversar e resolvemos nos encontrar no shopping para comer uma pizza. Corri para o meu armário, vesti um jeans, passei um batom e fui… Chegando no restaurante, encontrei a galera, fizemos check-in e tiramos uma selfie para registrar o momento. Comemos, conversamos, chamamos o garçom, pagamos a conta e fomos dançar. No fim, eu, que ia dormir, acabei tendo uma noite incrível. 

1. Batom – [do francês - bâton]
2. Check-in – [do inglês - check-in]
3. Garçom – [do francês - garçon]
4. Jeans – [do inglês - jeans]
5. Online – [do inglês - online]

6. Pizza – [do italiano - pizza]
7. Restaurante – [do francês - restaurant]
8. Selfie – [do inglês - selfie]
9. Shopping – [do inglês - shopping]
10. Tablet – [do inglês - tablet]


O estrangeirismo possui duas categorias:

1 – Com aportuguesamento: a grafia e a pronúncia da palavra são adaptadas para o português. Exemplo: abajur (do francês "abat-jour").

2 – Sem aportuguesamento: conserva-se a forma original da palavra. Exemplo: mouse (do inglês "mouse").

A verdade é que os empréstimos linguísticos (estrangeirismos), em sua maioria de origem africana, árabe, espanhola, francesa, inglesa e italiana, fazem parte do nosso vocabulário. Alguns deles estão tão incorporados ao nosso cotidiano que já foram até dicionarizados e, ao contrário do que muitos querem acreditar, contribuem para o enriquecimento do vocabulário da língua portuguesa.


EXERCÍCIOS SOBRE ESTRANGEIRISMO
Entregar até o dia 12 / 03 / 2021

- OBSERVAÇÃO:
Se quiser responder (abrir) o Exercício (formulário) em outra página, clique no link:
No link você encontra o mesmo Exercício do formulário abaixo. *


aulas online, aulas remotas