Democracia, Responsabilidade Social e Concordância Verbal (Revisão)

EMEFEM Luiz Joaquim dos Santos
Componente Curricular: Língua Portuguesa
Professora: Luciene Castor Dantas Quintão
Turma: 7.º A
Semana 24 – Aula 42 – Dia: 26 / 10 / 2020
Tema: Democracia e Responsabilidade Social
Conhecimentos gramaticais: Leitura e Interpretação Textual; Sintaxe: Concordância Verbal (Revisão)

O B S E R V A Ç Õ E S:

- Dia 22/10 (Aula 41) corrigi Exercícios da Atividade da Aula 40 (dia 19/10).
NÃO precisa copiar o texto no caderno, mas C O P I E os Exercícios para a correção no seu caderno a fim de verificar seus acertos e erros.
- Não será preciso enviar foto do exercício respondido, pois você deverá respondê-lo no formulário que se encontra nesta postagem. Porém, caso não consiga preencher o formulário e enviar, tire foto do exercício e envie no meu privado.
- Após responder ao questionário, clique em ENVIAR.

TEXTO NORTEADOR

Democracia no Brasil


Democracia é um tipo de organização social no qual o controle político é, teoricamente, exercido pelo povo. Resulta em um sistema governamental que se forma pela livre escolha de governantes pela maioria da população, por meio de votação.

O Brasil, depois de 20 anos de ditadura, iniciou sua transição democrática com eleições livres, elegendo, pelo voto indireto, o 1.º presidente, José Sarney, em 1985.

Em 1988, uma nova Constituição foi promulgada e garantiu a democracia em seu primeiro parágrafo:

"Todo o poder emana do povo, que o exerce por meio de representantes eleitos ou diretamente, nos termos desta Constituição."

O 1.º presidente eleito democraticamente no novo período foi Fernando Collor de Melo, nas eleições presidenciais de 1989.

No Brasil, os cidadãos elegem:

Vereadores - Cargo do Poder Legislativo municipal;
Deputados Estaduais - Cargo do Poder Legislativo estadual;
Deputados Federais - Cargo do Poder Legislativo federal (câmara dos deputados/câmara baixa);
Senadores - Cargo do Poder Legislativo federal (senado federal - câmara alta)
Prefeitos - Cargo do Poder Executivo municipal;
Governadores - Cargo do Poder Executivo estadual;
Presidente da República - Cargo do Poder Executivo federal.

Responsabilidade Social Individual


Possuir responsabilidade social individual é conseguir se colocar no lugar do outro mesmo em momentos de crise, é praticar a empatia, independente do próprio sofrimento. Exige enxergar além da própria dor, dos próprios dilemas e se importar com o outro de forma genuína e natural. É entender a importância do coletivo, do todo.

Vamos a alguns exemplos de responsabilidade social individual que podem ser praticadas na quarentena:

1. Repense sobre seu papel na sociedade - Observe formas para fazer a diferença na vida de outras pessoas, do planeta, dos animais e de tudo que faz parte de sua vida seja indireta ou diretamente.

2. Repense sobre o poder de sua influência nas redes sociais para o coletivo - A responsabilidade social individual não se resume somente ao fato de fazer reciclagem, tornar-se vegano, não roubar, não infligir leis ou praticar alguma forma de solidariedade, vai bem além, a forma como você influencia através das redes sociais seja positiva ou negativamente também é uma responsabilidade social.

3. Torne-se o melhor cidadão mesmo quando estiver sozinho - Aja eticamente mesmo quando não há plateias para aplaudir, importe-se em fazer o possível para deixar de herança para seus e nossos filhos e netos um mundo muito melhor do que o que encontramos.

4. Cuide da sua família - Todos fazemos parte de alguma família e as diversas famílias pelo mundo formam uma grande família. Como diz a famosa frase, “Se você deseja mudar o mundo, vá para casa e ame sua família”, porque o amor é capaz de formar cidadãos empáticos capazes de fazer escolhas que beneficiem a sociedade de forma geral, além de si mesmo.

CONHECIMENTOS GRAMATICAIS

Concordância Verbal (Revisão)


A concordância verbal é o conjunto de regras que rege a relação entre o sujeito e o verbo. Para que essa relação seja harmônica, o verbo precisa concordar com o sujeito. Ou seja, em uma oração, quando o sujeito está no singular, o verbo deve ser flexionado da mesma forma. No plural, a mesma coisa deve acontecer.

Para que haja concordância, então, o correto é dizer “nós vamos” — assim, ambos estão no plural. Quando o pronome for “ele”, o verbo concorda no singular: “ele vai”.

Exemplos:

Eu sou feliz. (Presente)

Nós somos felizes. (Presente)

Eu era  /  fui feliz. (Pretérito)

Nós éramos   fomos felizes. (Pretérito)

Eu serei feliz. (Futuro)

Nós seremos felizes. (Futuro)

Marianatomou banho. (Pretérito)

Mariana e Alice tomaram banho. (Pretérito)

A criança gosta de jogar videogame. (Presente)

As crianças gostam de jogar videogame. (Presente)

Eu vi o incêndio. (Pretérito)

Nós vimos o incêndio. (Pretérito)

O Paulo e a Helena estão namorando. (Presente)

Ele e ela estão namorando. (Presente)

Paulo e a Helena estavam namorando. (Pretérito)

Ele e ela estavam namorando. (Pretérito)

Quem são os pais desta criança? (Presente)

São nove da manhã. (Presente)

EXERCÍCIOS SOBRE DEMOCRACIA E RESPONSABILIDADE SOCIAL / CONCORDÂNCIA VERBAL
Entrega até o dia 29 / 10 / 2020

Responda ao questionário e não esqueça de clicar em ENVIAR: