Cidadania: Direitos e Deveres no âmbito Escolar e Familiar

EMEFEM Luiz Joaquim dos Santos 
Componente Curricular: Língua Portuguesa 
Professora: Luciene 
Turma: 7.º A
Semana 8 – Aula 13 – Dia: 06 / 07 / 2020 
Tema: Cidadania: Direitos e Deveres no âmbito Escolar e Familiar 

O B S E R V A Ç Õ E S:

- NÃO precisa copiar o texto no caderno. 
- Copie o exercício no seu caderno.
- Responda o formulário que se encontra nesta postagem, o formulário é o exercício sobre o assunto.
- Se não conseguir responder ao formulário online, tire foto do exercício respondido no caderno e me envie.
- Após responder ao questionário, clique em ENVIAR.

LEITURA E INTERPRETAÇÃO DE TEXTO

Cidadania: Direitos e Deveres no âmbito Escolar e Familiar


Logo ao nascer, você ganhou um nome, uma família... E, sem perceber, ganhou também algo especial: sua cidadania. Ou seja, você passou a ser um cidadão e a fazer parte de um grupo de pessoas que têm direitos e deveres. 

cidadania é importante porque vivemos cercados de gente. Você, seus familiares, amigos, vizinhos etc. se relacionam com outras pessoas todos os dias. Para que indivíduos tão diferentes convivam bem, é preciso que todos sigam regras. Muitas delas nós aprendemos em casa. Algumas na comunidade e na escola ou com os amigos. E há outras que são estabelecidas pelas leis. 

O que é cidadania? 


cidadania é o conjunto de direitos e deveres exercidos por um indivíduo que vive em sociedade, no que se refere ao seu poder e grau de intervenção no usufruto de seus espaços e na sua posição em poder nele intervir e transformá-lo. 

Essa expressão vem do latim civitas, que quer dizer cidade. Antigamente, cidadão era aquele que fazia parte da cidade, tendo direitos e deveres por nela habitar. Atualmente, esse conceito extrapola os limites urbanos, podendo ser compreendido no espaço rural. 

O que é ser cidadão? 


Ser cidadão é ter consciência de que é um sujeito de direitos. Direitos à vida, à liberdade, à propriedade, à igualdade, enfim, direitos civis, políticos e sociais. Entretanto, cidadania pressupõe também deveres. O cidadão tem que ser consciente das suas responsabilidades enquanto parte integrante de um grande e complexo organismo que é a coletividade e, para que alcancemos o bom funcionamento, todos têm que dar sua parcela de contribuição. Somente assim se chega ao objetivo final, coletivo: a justiça em seu sentido mais amplo, ou seja, o bem comum. 

A cidadania na escola


escola tem um papel valioso na construção do perfil do verdadeiro cidadão e vai muito além das práticas da sala de aula. 

A escola deve ser responsável por levar os sujeitos envolvidos a perceberem sua importância na vida do outro, suas responsabilidades diante do mundo e as capacidades que deve desenvolver para exercitar essas práticas no decorrer da vida. 

Valores que podem ser considerados como principais para a formação da cidadania na escola

Participação: Participar ativamente das aulas e eventos da escola. 

Cooperação: onde o aluno percebe que a troca de conhecimentos e a sua participação são fundamentais para a concretização de uma atividade; 

Sinceridade: quando buscamos confiança nos outros, mas principalmente quando exercemos nossa própria sinceridade, estando certos ou não em nossas ações; 

Perdão: perdoar é não guardar ressentimento contra ninguém, é se livrar das amarras impostas pelo rancor; 

Respeito: princípio básico para receber respeito. Quem não desenvolve o hábito de respeitar os outros, acaba não sendo respeitado; 

Diálogo: para resolver impasses, divergências de opiniões, nada melhor que o diálogo, a conversa de qualidade que coloca os pingos nos “is”. Conversar, trocar ideias e buscar explicações sem acusar o outro é uma forma de se livrar dos embaraços; 

Solidariedade: essa é a palavra que vincula afetivamente entre as pessoas. Ser solidário é uma grande virtude, o sujeito demonstra sua preocupação com o outro, ajudando a construir uma sociedade mais justa; 

Não agredir: violência gera violência, isso todo mundo sabe, portanto não se deve agredir ninguém com palavras e muito menos fisicamente; 

Bondade: esta é uma forma de demonstrar respeito ao seu semelhante. Ser bondoso e atencioso com as pessoas só faz com que receba bondade dos outros. Bem diz o ditado “quem com ferro fere, com ferro será ferido”, ou seja, a pessoa que causa o sofrimento do outro, receberá o mesmo tratamento. 

A cidadania na família


família pode e deve ser um ambiente no qual desabroche a cidadania. Relações de fraternidade, de cooperação, de respeito recíproco, de acolhimento ao outro constituem condições para a positiva formação da personalidade. 

A família é a instituição mais importante onde a criança está inserida, sendo ela responsável pelo cuidado e plena formação deste cidadão. É na família que ela encontrará apoio para se desenvolver nos aspectos cognitivo, social, entre outros. 

Uma vez que a família é responsável em formar o cidadão responsável e apto a transformar o meio em que vive, do outro lado temos uma escola comprometida com o presente e o futuro de cada criança que ali estuda, recebendo a família de alma e braços abertos para que de fato os direitos que lhe são assegurados sejam enfim executados. 

Valores que podem ser considerados como principais para a formação da cidadania na família: 

Ajuda e cooperação: Sempre que puder ajude seus pais, seus conjunges nas tarefas de casa, como por exemplo: arrumar a cama, regar as plantas ou lavar as louças. 

Economia: Fique ligado para não desperdiçar água e energia. Se todos economizarem, não vai falar para ninguém. 

Respeito: Quem respeita, sempre será respeitado. 

Não agredir: Sabemos que violência gera violência, assim, não devemos agredir ninguém com palavras e muito menos fisicamente. Um relacionamento saudável gera paz, amor e confiança. 

Diálogo: Filhos conversem com seus pais, pais conversem com seus filhos. O diálogo leva a trocar ideias, busca sanar dúvidas e conflitos. 

Sinceridade: Não mentir e tentar ser sempre sincero(a) para as que as coisas fluam da melhor forma possível.

EXERCÍCIOS SOBRE O TEXTO
Entrega dia 09 / 07 / 2020

Responda ao questionário e não esqueça de clicar em ENVIAR:
Bons estudos